quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Os opostos se atraem

     O casamento pode ser a mais feliz, ou a mais medíocre, ou a mais infeliz das experiências da vida. Deus criou os sexos opostos para se complementarem. Ele quis que homem e mulher se unissem em matrimônio de modo que cada um pudesse dar ao outro aquilo que falta. Mas essas diferenças, que podem complementar e ligar duas pessoas, podem também produzir incompatibilidades que dividem e trazem separação ao invés de unidade. O sexo e o casamento são muitas vezes considerados como algo que se desenvolve naturalmente, mas a prova de que não se trata de uma relação instintiva está na grande infelicidade em que vivem tantos casais.
    O alto índice de divórcios nos Estados Unidos é evidência de muita infelicidade conjugal. Nem tudo acontece de maneira perfeita e maravilhosa no casamento como indicam os filmes românticos de Hollywood. Amar e viver com seu cônjuge exige determinação e prática diária - e a entrega de si mesmo ao bem estar do outro.

Adquira seu exemplar de Por que sofremos? Jesus Responde, em: