quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

O COMPLEXO DE SAUL


Ultimamente, Deus tem me falado muito sobre os grandes problemas que uma alma não tratada pode acarretar dentro das igrejas.
A Bíblia está cheia de exemplos de pessoas, que foram traídas por seu próprio eu. Por conta de uma alma não tratada, a pessoa se torna seu próprio satã.

Uma delas foi Saul. O livro primeiro de Samuel, em seu capítulo 18, verso diz: ' Então Saul se indignou muito..." Ele havia se indignado porque escutara o povo cantando a vitória de Davi sobre Golias. Saul se encheu de raiva e inveja. A partir deste momento, Saul começa a perder a unção derramada sobre sua cabeça, ele começa a decair em seu próprio ministério.
Seria esta a vontade de Deus? Creio que não.
Deus não levanta ninguém esperando que ela caia logo ali. Definitivamente, não. Saul foi traído por seus próprios sentimentos: raiva, inveja, amor ao poder, amor ao seu ministério.
Hoje em dia, não é diferente dentro de nossas igrejas. Temos sido traídos por nós mesmos. 
Quantos já não se perderam! 
Fato é que precisamos urgentemente reconhecer aquilo que nos tem feito cair reiteradamente ou que não nos permite levantar e avançar.
Lembro-me bem que, certa vez, em um culto, um determinado músico não tocou pois era a vez de outro na escala. Estranhamente, enquanto o momento do louvor se desenrolava, ele levantava vez ou outra e falava ao ouvido do outro músico, dando-lhe dicas de como deveria tocar.
O músico da escala observou a dica em uma música. Quando a segunda música tocou, ele se levantou novamente, para dar outra dica para o colega. Só que desta vez, este decidiu tocar do seu jeito. 
Tal atitude feriu em cheio o ego daquele irmão e a partir desta data, nada na igreja estava bom o suficiente para ele, que passou a tudo criticar.
Não levou muito tempo para que aquele irmão saísse da igreja.
Certo é que não havia nada de mais o outro irmão tocar do jeito que havia ensaiado. 
Tenho por certo que, se o problema da alma não for tratado, a nova igreja será também trocada a vista de qualquer sinal de rejeição.
Não muito tempo atrás, eu era exatamente assim. Criticava tudo e todos. Nada estava suficientemente certo ou bom para mim. Até que Jesus me mostrou o espelho. Eu era o problema. Minha alma estava em apuros.
Eu confessei em oração a minha dor e por causa da rejeição sofrida no passad.
Deus curou minha dor e hoje, vivo em liberdade.
Mas, triste é ver pessoas se perdendo dentro de si mesmas, pondo tudo a perder por causa de um sentimento não tratado, perdendo ministérios por causa de um sentimento.
Em nossos dias, o nosso evangelho sensacionalista nos diz que é feio procurarmos um psicólogo ou um psiquiatra. Jesus disse que os sãos não precisam de médico. Ora, se Ele disse isto é porque quem não é curado necessita de médico.
Creio piamente, que manter a chama do Espírito Santo é fundamental. Logo, se precisar de um médico, qualquer que seja, para que a minha alma seja curada, é para lá que eu vou. Não quero decepcionar o Espírito Santo.
Digo isto, porque vejo tanta gente, que poderia ser uma potência nas mãos de Deus, mas suas almas não deixam. Vivem sorrindo, mas estão no cárcere de suas próprias emoções.
Se você já passou por processos de libertação, cura interior e não resolveu o problema da alma, procure aconselhamento. Geralmente, pessoas que passaram por grandes traumas precisam além de cura interior ajuda psicológica para reeditar suas lembranças, alguém que as ajude a viver sua liberdade, porque ficaram condicionadas a viverem em cativeiro e não sabem viver de outra forma, apesar da liberdade que receberam.
Caro amigo, se eu precisar de ajuda, saibam que eu a procurarei, seja psicológica ou psiquiátrica. Não quero, de forma alguma, virar mais uma estatística, de alguém que tinha ,mas agora não tem mais o Espírito Santo.
Não tenha vergonha de procurar ajuda. Saul não confessou sua inveja. Talvez, se ele tivesse se humilhado, confessado sua dificuldade para alguém, para seu amigo Samuel, talvez teria recebido socorro em tempo oportuno. Não ponha tudo a perder por conta de um sentimento.
Seja livre em nome de Jesus! O Espírito Santo deseja viver em você para sempre!