segunda-feira, 25 de novembro de 2013

No casamento, DIALOGAR É PRECISO.

Muitos casamentos chegam ao divórcio por não ter um bom diálogo. Amós 3.3 diz: Como andarão dois juntos se não estiverem de acordo. Mas, como posso estar de acordo se não conheço as intenções do outro, e como poderei saber da intenção se não houver diálogo? Então vamos identificar algumas -  Barreiras à Comunicação:

• Ruídos externos que podem ser a interferência familiar, de amigos, opiniões pré estabelecidas opiniões trazidas da herança familiar;
• Silêncio em momentos que o correto é falar;
• Televisão, internet, instrumento musical, etc, sem equilíbrio;
• Desviar o assunto enquanto conversa;
• Uso indevido das palavras;
• Falta de interesse na conversa, indiferença;
• Ações e reações erradas como ira, egoísmo, inveja, orgulho, mentira, medo, entre outros;
• Achar que está sempre certo – falta de humildade;
• Ausência de confiança, insegurança e mente fechada;
• Problemas do passado não resolvidos e os mal resolvidos;
• Coração amargurado – pessoas amargas por traumas, decepções e frustrações.